EJA

domingo, 12 de outubro de 2014

EJA: CONSELHOS DE TOTALIDADES

Nos dias 30/09 (terça-feira) e 01/10 (quarta-feira), as coordenações administrativa e pedagógica do Liceu Escola realizaram os Conselhos de Totalidades do Conhecimento na Educação de Jovens e Adultos do Liceu Escola.
Conselho de Totalidades é a instância máxima avaliativa na proposta da Totalidade do Conhecimento. É realizado a cada bimestre letivo, com a participação de alunos, pais de alunos menores de idade, professores e a coordenação pedagógica, e visa, principalmente, constatar os progressos e dificuldades dos alunos e, assim, reorientar a qualidade do trabalho docente. Além disso, busca superar a prática excludente e classificatória, assumindo uma perspectiva inclusiva e mediadora da aprendizagem.

O coordenador administrativo Raimundo Monteiro conversa com os alunos da EJA 

Professores Glauce AntunesPalmiro Alvão e Araci Rocha
Fotos: Aline Ellen Fontes
Postado por Prof. José Carlos Oliveira

sábado, 4 de outubro de 2014

INCLUSÃO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Aluno da EJA realiza simulado com auxílio de intérprete de Libras

Marlon Freitas, aluno da turma 442, realizou o teste com o auxílio do intérprete Tiago Costa, do Centro de Referência de Inclusão Escolar Gabriel Lima Mendes, no dia 29 de setembro,

A Libras - Língua Brasileira de Sinais - é a língua oficial da comunidade surda do Brasil. Ela foi inspirada na Língua Francesa de Sinais e apresenta alguns traços desta em sua constituição.

Ao contrário do que se pode supor, as línguas de sinais não são universais, pois representam muito da cultura à qual pertencem. Num mesmo país há diferenças regionais.

O uso e a difusão da Libras no ambiente escolar representam um grande avanço no processo de ensino-aprendizagem do aluno surdo, pois possibilita que ele tenha acesso aos conteúdos escolares em sua língua materna. Além disto, a Libras possibilita a interação do aluno surdo com ouvintes.

Recursos para Surdos
  • Língua de Sinais Urubu-Kaapor - Saiba mais em http://www.libras.com.br/urubu-kaapor
  • Hand talk - é um tradutor de sites automático para Libras. Além de auxiliar a comunidade surda na comunicação através da tradução para a Libras, o app também ensina você a aprender novos sinais. Saiba mais em http://handtalk.me/
  • ProDeaf - é um software de tradução de texto e voz na língua portuguesa para Libras - a língua brasileira de sinais, com o objetivo de realizar a comunicação entre surdos e ouvintes. Saiba mais em http://www.prodeaf.net/









Vídeo

Intérprete Tiago Costa, com o aluno Marlon Freitas

Texto e Fotos: Aline Ellen Fontes
Postado por Prof. José Carlos Oliveira
quarta-feira, 1 de outubro de 2014

1º SIMULADO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO LICEU ESCOLA


Com o objetivo de acompanhar o desenvolvimento acadêmico dos alunos das terceiras e quartas totalidades do conhecimento, foi realizado no dia 23 de setembro o 1º Simulado da Educação de Jovens e Adultos.

O projeto busca aliar a avaliação quantitativa à qualitativa visando melhorias no desenvolvimento dos alunos, sem descaracterizar a organização do ensino em totalidades do conhecimento. Além disto, os resultados obtidos devem servir como reflexão das práticas de alunos e professores.
Aline Ellen Fontes
Coordenadora da EJA
Prof. Palmiro Alvão

Prof. Francisco Carvalho


Profª Glauce Antunes
Fotos: Aline Ellen Fontes
Postado por Prof. José Carlos Oliveira

EJA: CULMINÂNCIA DO 3º PROJETO EXTRACLASSE DE 2014

Educação de Jovens e Adultos realiza a culminância da celebração do Dia do Folclore com participação especial do Projovem

Prof. Francisco Carvalho

Releituras de lendas regionais, chás da Amazônia, pinturas e gravuras com temas folclóricos e roda de carimbó foram só alguns dos resultados obtidos com o 3º projeto extraclasse do ano de 2014, que culminou no dia 12 de setembro com o Festival do Folclore.

Para abrir a noite, no auditório, os presentes puderam conhecer o resultado da pesquisa dos alunos da 2ª totalidade sobre a vida e a obra do Mestre Waldemar Henrique. A trilha sonora desta pesquisa ficou por conta do aluno Carlos Matheus, que interpretou “Foi boto, sinhá!”, composição do poeta icoaraciense Antônio Tavernard e música de Waldemar Henrique. Ainda como resultado das pesquisas folclóricas desta turma, o senhor Carlos Monteiro, em vídeo, contou a lenda típica de Icoaraci “A galinha e os pintinhos”, segundo a qual, o animal e seus filhotes aumentavam assustadoramente de tamanho, afugentando aqueles que iam atrás de carne - escassa àquela época - no comércio que havia na antiga estação da estrada Belém-Bragança.

Na sequência, alunos das terceiras e quartas totalidades apresentaram uma releitura cômica da lenda do boto – ser encantado que se transforma em homem nas noites de São João e sai à procura de belas moças.

Para finalizar a noite, alunas do Projovem fizeram uma apresentação de carimbó e alunos da EJA apresentaram novamente a "quadrilha maluca".

No refeitório, houve exposição paralela de cartazes, painéis e pinturas de alunos da EJA e Projovem, além da degustação de chás amazônicos, promovida pelos alunos da 1ª totalidade.
Aline Ellen Fontes
Coordenadora Pedagógica da EJA

Prof. Francisco e aluno Carlos Matheus

Aline Ellen, fotógrafa e cinegrafista
Júnior, Técnico da ETEJA/SEMEC, com o professor Palmiro Alvão













Rádio Liceu: alunos Sérgio e Carlos Matheus
Aluno Sérgio



















VÍDEOFESTIVAL DO FOLCLORE 2014


Fotos: Aline Ellen Fontes e José Carlos Oliveira
Postado por Prof. José Carlos Oliveira

EJA: OFICINA DE DOBRADURAS

1ª e 2ª Totalidades do Conhecimento


Coordenação pedagógica, professores e alunos da Educação de Jovens e Adultos do Liceu Escola participaram de uma oficina de dobraduras no dia 16 de setembro, à noite, ministrada por socioeducandos do Centro Juvenil Masculino, sob a coordenação do Gerente Raimundo Monteiro e da técnica Cecília Santos. Os socioeducandos estiveram acompanhados pelo monitor Enivaldo.

oficina de dobraduras é uma parceria institucional que tem por finalidade o exercício da liberdade com responsabilidade dentro de um processo de construção de projeto de vida.

Os socioeducandos participantes estão em fase conclusiva do seu crescimento pessoal e social e trouxeram conhecimentos práticos desenvolvidos com suas habilidades na produção de objetos criados a partir de dobraduras de papel. Portanto, para os alunos da Educação de Jovens e Adultos foi proporcionada uma atividade prática e lúdica muito importante para o desenvolvimento da concentração, coordenação motora interação extraescolar e outros saberes.


















Texto: Raimundo Monteiro
Fotos: José Carlos Oliveira
Postado por Prof. José Carlos Oliveira

FESTIVAL DO FOLCLORE - PREPARATIVOS

1ª e 2ª Totalidades produzem pinturas

Alunos da 1ª e 2ª Totalidades, em mais uma etapa do projeto do Dia do Folclore, produzem pinturas a partir do elemento bandeira.

O professor Francisco das Chagas, de Artes, relatou o início do processo da seguinte forma: "a partir de um ícone pré-concebido, a bandeira, deu-se a fluência criativa com as interferências dos alunos".

Os alunos da 3ª e 4ª Totalidades e do Projovem também colaboram e participarão do Festival do Folclore.

Professor Francisco das Chagas orienta a aluna Regiane
Alunos Carlos Alberto e Alessandra

























Texto e Imagens: Aline Ellen Fontes
Postado por Prof. José Carlos Oliveira

EJA E PROJOVEM NO ARRAIAL JUNINO DO LICEU ESCOLA

EJA e PROJOVEM uniram-se na noite do dia 18 de junho para promover o arraial junino integrado do turno da noite do Liceu Escola, tendo em vista a integração e confraternização entre alunos, professores e comunidade local. O evento visou fortalecer os aspectos populares da cultura brasileira, ressaltando o papel da escola como divulgadora e propagadora de cultura, além de proporcionar a interação e confraternização entre a EJA e o Projovem. 

A professora Rose Souza, que atualmente está na regência da turma 141 (1ª Totalidade), organizou uma roda de carimbó tradicional com seus alunos, que contou também com a participação da coordenadora Leila Matos
A quadrilha foi organizada pelos alunos Lourdes Anjos e Geovane Júnior, da turma 442 (4ª Totalidade), que contou com a participação de alunos de 3ª e 4ª Totalidades. Com esta quadrilha, a Educação de Jovens e Adultos do Liceu Escola fortifica cada vez mais o protagonismo de seus alunos, que tomaram a frente do trabalho, organizando desde os ensaios até a escolha do figurino, tendo a coordenação pedagógica como mediadora do processo. Diversos foram os convites para participar de festas tradicionais dos bairros de Icoaraci, tamanho foi o sucesso que esta quadrilha fez entre os presentes. Alunos e professores do Projovem apresentaram brincadeiras típicas da quadra junina: corrida do saco, pescaria e corrida do ovo.

Aline Ellen Fontes 

Coordenadora da EJA


VÍDEOARRAIAL JUNINO DA EJA 2014

Equipe de Coordenação da EJA
Professor Francisco Carvalho
Alunos Telma e Josias com as professoras Marluce Amaral e Roseane Souza









  







Imagens: Aline Ellen Fontes
Postado por Prof. José Carlos Oliveira

EJA DO LICEU ESCOLA VISITA A XVIII FEIRA PAN-AMAZÔNICA DO LIVRO

Alunos e professores da Educação de Jovens e Adultos do Liceu Escola, sob a coordenação da pedagoga Aline Ellen Fontes, visitaram a XVIII Feira Pan-Amazônica do Livro no dia da abertura, sexta-feira (30/05).


A XVIII Feira Pan Amazônica do Livro homenageia o Qatar, e tem como tema "Uma janela para o mundo árabe". Segundo a organização da feira, cerca de 400 mil pessoas devem visitar o evento durante os 10 dias de feira, gerando uma movimentação de R$ 16 milhões, sendo 25% através do crédito concedido a professores para a aquisição de livros didáticos.

Cerca de 96 mil livros serão expostos em 215 estandes, distribuídos em um espaço de 24 mil metros quadrados. Obras de escritores de 10 países poderão ser encontradas na feira, que também abre espaço para a divulgação de autores locais: mais de 120 escritores paraenses devem participar do evento. 

Feira do Livro comercializou mais de 800 mil títulos em 2013 (Foto: Cristino Martins/O Liberal)


A pedagoga Aline Ellencoordenadora da EJA do Liceu Escola, publicou no Facebook: "Foi uma visita muito proveitosa. A cada detalhe ou foto, os alunos lembravam e comentavam sobre os vídeos e a pesquisa feita na sala de informática educativa com o Professor José Carlos. Foi muito bom ouvir os comentários de surpresa e cheios de saberes destes alunos: "Olha aquilo que a gente viu no filme!" (referindo-se à arquitetura), " Olha só os árabes!". Nota 10 pra estes alunos.



Jacqueline Vanzeler, funcionará da Secretaria do Liceu Escola, também se pronunciou no Facebook: "Olha... Estou super feliz de ter participado de mais uma atividade da EJA !! *-*"



Alunos da 1ª e 2ª Totalidades pesquisando sobre o Qatar, país homenageado na XVIII Feira Pan-Amazônica do Livro
Aluna da 1ª Totalidade





Professoras Roseane e Marluce e a pedagoga Aline Ellen
Fonte: http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2014/05/xviii-feira-panamazonica-do-livro-e-aberta-nesta-sexta-em-belem.html
Postado por Prof. José Carlos Oliveira

EJA: ALUNOS VISITAM A EXPOSIÇÃO "MEMÓRIAS DO BARRO", NO HANGAR

Na noite do dia 15 de maio, alunos da 2ª e 4ª totalidades visitaram a exposição Memórias no Barro, que esteve localizada no Hall dos Elevadores do Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, o Hangar, entre os dias 15 de abril e 15 de maio. No úultimo dia da exposição, os visitantes foram guiados por Fernanda Scaramuzzini, assessora de imprensa do Hangar. 

Durante a visita, o aluno Carlos Alberto Monteiro, da turma 241, relatava suas experiências com a arte e a cultura de Icoaraci quando despertou o interesse da assessora de imprensa, que gravou uma entrevista com o aluno, a qual foi publicada no site da instituição, e pode ser conferida no link http://www.hangarcentrodeconvencoes.com.br/noticias_detalhes.php?nIdNoticia=871.

Além do senhor Carlos, o aluno Alex da Silva, da mesma turma, revelou que participou da construção do Hangar, desde a fundação até o acabamento, passando apenas alguns meses afastado por um acidente de trabalho. Ele falou do seu orgulho de ter participado desta obra e da emoção de retornar ao local, considerando-a a mais importante e bonita construção da cidade até então. 

A história dos alunos inspirou um projeto-piloto a ser desenvolvido em parceria com o professor José Carlos, da sala de informática educativa e a coordenação pedagógica. O projeto visa resgatar as histórias de protagonismo dos alunos da educação de jovens e adultos.












O aluno da EJA do Liceu Escola Carlos Monteiro concede entrevista à Ascom, no Hangar 








Texto e imagens: Aline Ellen Fontes


Exposição ‘Memórias no Barro’ encerra com visita de alunos do Liceu de Icoaraci

Foto: Ascom OS Pará 2000
Cerca de quinze alunos do Liceu de Icoaraci visitaram o último dia da exposição ‘Memórias no Barro’, na última quinta-feira 15 de maio, no Hall dos Elevadores do Hangar.

Da turma de adultos, Carlos Alberto Monteiro gostou da experiência.“Achei a exposição muito bonita e interessante, principalmente porque aqui no Hangar estou vendo peças novas, que ainda não foram para a exposição no Liceu. Como venho de uma comunidade e de uma família de ceramistas, agora estou me aperfeiçoando no trabalho com a cerâmica”, confessa o futuro artesão.

A professora de educação geral, Socorro Mascote acredita que a exposição sirva como um estímulo para os mais jovens. “Durante os oitos anos que trabalho no Liceu, sempre exercito a história do artesanato, para que os alunos possam dar continuidade ao trabalho já feito pelos mestres. Sem dúvida a exposição aqui no Hangar é muito positiva, pois serve como incentivo para que os jovens percebam que a sociedade dá valor no trabalho feito a partir da argila”, ressalta a professora.

Continuidade

A exposição ‘Memórias no Barro’ que ocupou de 15 de abril a 15 de maio, o Hall dos Elevadores, foi desmontada nesta sexta-feira, 16. Agora um pouco da cultural e do trabalho dos ceramistas poderá ser conferido no Armazém do Tempo, no Parque Zoobotânico Mangal das Garças, espaço também administrado pela Organização Social Pará 2000. A mostra inspirada nas cerâmicas arqueológicas Marajoara, Tapajônica e a amapaense Cunani, apresenta um recorte da coleção de peças de grande porte em cerâmica produzidas pelos mestres ceramistas e alunos do Liceu Escola de Artes e Ofícios “Mestre Raimundo Cardoso”, de Icoaraci.
Por Fernanda Scaramuzzini / Ascom OS Pará 2000
Postado por Prof. José Carlos Oliveira

EJA: HOMENAGEM ÀS MÃES DO LICEU ESCOLA

Foi uma noite de muitas homenagens às mães guerreiras que fazem parte do Liceu Escola, e não somente às biológicas, mas às mães-de-leite, de coração, tias, avós, irmãs, primas, madrastas e tantas outras que assumem este papel maternal, tornando-se mães de fato.
A primeira atração do evento, chamada pelo cerimonialista, professor Francisco das Chagas (Artes), foi um dueto de flautas com a participação da professora de música, Adriana Martins, e do aluno da turma 141, Carlos Matheus. A dupla apresentou “Como é grande o meu amor por você”, popularizada na interpretação de Roberto Carlos.
Na sequência, os alunos da turma 141, atualmente sob a regência da professora Roseane Souza, prestaram suas homenagens em vídeo produzido na Sala de Informática Educativa. Falaram de suas próprias histórias de vida, das relações que tiveram e ainda têm com suas mães e também com suas esposas.
Alunos da turma 442 apresentaram um jogral em homenagem às mães sob os olhares atentos da professora Glauce Antunes, que coordenou a apresentação.
O senhor Sandro da Paixão, aluno da turma 241, leu uma mensagem especial que retrata as novas experiências que uma mulher passa ao tornar-se mãe.
A professora Marluce Amaral declamou o poema “Mãe” do poeta brasileiro Carlos Drummond de Andrade.

A seguir, houve o “bingo do azarado”, comandado pelas professoras Glauce Antunes (Sala de Leitura) e Araci Rocha (Geografia).

Para finalizar a noite de homenagens, o administrador Raimundo Monteiro prestou uma homenagem especial à aluna Suzana Moraes, da turma 141, escolhida pela equipe pedagógica como representante de todas as mães guerreiras que fazem o Liceu Escola para receber uma cesta básica oferecida pela empresa de refrigeração LoFrio, que atua no ramo de venda, instalação e manutenção de splits e centrais de ar-condicionado. 

Professor Francisco Carvalho, cerimonialista do evento
Professor Francisco Carvalho e professora Gláucia Antunes
Apresentação musical




As professoras Gláucia Antunes e Araci Rocha organizaram o "Bingo do Azarado"







Professor Francisco Carvalho e o Administrador Raimundo Monteiro













Coordenadora da Homenagem às Mães do Liceu Escola e fotógrafa




































Ofertou uma cesta básica para doação no dia da Homenagem às Mães do Liceu Escola
Empresa de refrigeração, atua no ramo de venda, instalação e manutenção de splits e centrais de ar-condicionado. 
Contato: 9207-1840 (Edilson Costa)


Texto: Aline Ellen Fontes
Imagens: Aline Ellen Fontes e José Carlos Oliveira
Postado por José Carlos Oliveira


ALUNOS DA TURMA 441 VISITAM A MOSTRA “ETNOCONEXÕES ENTRE A ARTE E A MATEMÁTICA”

No último dia 29 de abril, alunos da turma 441 visitaram a mostra Etnoconexões entre a Arte e a Matemática, exposta de 07 a 30 de abril no Passo Galeria, no hall de entrada da Unama da Alcindo Cacela.
A programação fez parte do III Workshop de Ciência, Tecnologia e Arte, realizada pelo Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET/Unama), que aconteceu entre os dias 7 e 11 do mês de abril.
A Mostra foi resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Belém e o Liceu Escola, que apresentou os resultados de um projeto multidisciplinar iniciado no ano de 2010 e em curso até o presente ano.
Os alunos foram recebidos pela diretora do Liceu Escola e coordenadora do Curso de Artes Visuais daquela instituição, professora Janice Lima, que os guiou entre as peças de cerâmica e quadros feitos pelos alunos participantes do projeto. Sob orientação do professor de Artes do Liceu Escola, Francisco das Chagas, os alunos fizeram registros fotográficos das peças, observando a relação que aquela mostra fazia entre a arte e a matemática.



















































Texto e Imagens: Aline Ellen Fontes
Postado por Prof. José Carlos Oliveira


GINCANA DO ANIVERSÁRIO DO LICEU ESCOLA

Educação de Jovens e Adultos comemora os 18 anos da Instituição

No dia 19 de março de 2014, o Liceu Escola completou 18 anos de fundação. Para comemorar o aniversário, a equipe da Educação de Jovens e Adultos organizou a Gincana dos 18 Anos do Liceu Escola, com suporte da Rádio Liceu do Paracuri, que teve a coordenação do professor José Carlos Oliveira e o funcionamento sob a responsabilidade dos alunos da Turma 441 (4ª Totalidade do Conhecimento), especialmente do aluno Luiz Henrique.

O coordenador administrativo Raimundo Monteiro esteve na apresentação e na mediação do evento.

A disputa foi acirrada entre as Totalidades, cujas torcidas foram representadas pelas cores vermelha, branca, preta e verde, sagrando-se vencedora a equipe vermelha (1ª Totalidade do Conhecimento), sob a regência da professora Marluce Amaral.








































VÍDEO



GINCANA DO ANIVERSÁRIO DO LICEU ESCOLA

Texto: José Carlos Oliveira
Imagens: Aline Ellen Fontes e José Carlos Oliveira
Postado por Prof. José Carlos

1ª HP COLETIVA

No dia 12/02/2014 (quarta-feira), a equipe da Educação de Jovens e Adultos do Liceu Escola realizou a 1ª HP Coletiva do ano letivo 2014, coordenada pelo administrador Raimundo Monteiro, e com a presença de todos os segmentos (coordenadores, professores e apoio). 
Após o lanche, a pauta foi debatida: calendário escolar, trabalhos extraescolares e a avaliação, entre outros assuntos.

O administrador Raimundo Monteiro coordenou a reunião




A coordenadora pedagógica Aline Ellen foi a redatora da ata da reunião
Texto e Imagens: Prof. José Carlos
Postado por Prof. José Carlos

PROJETO "O TEATRO ALÉM DO HORIZONTE"

OFICINA 01

Os alunos da turma 441 (4ª totalidade) participaram da oficina 01 do projeto "O Teatro Além do Horizonte", ministrada pelo acadêmico da UFPA Luís Fernando Vilas Novas, na noite do dia 10 de fevereiro (segunda-feira). Foram desenvolvidas dinâmicas que trabalharam a dicção, impostação vocal e expressão corporal. Além disso, os alunos foram levados a refletir sobre a importância social da fala.

Luís Fernando Vilas Novas, acadêmico do Instituto de Ciências da Arte da UFPA e alunos da turma 441 (4ª totalidade)





Glauce Antunes, professora da Sala de Leitura



Ao centro, Serginho, aluno especial








Texto e Imagens: Aline Ellen
Postado por Prof. José Carlos

PROJETO DE LEITURA, INTERPRETAÇÃO E PRODUÇÃO TEXTUAL

Projeto de autoria da professora Glauce Antunes (Sala de Leitura), a ser desenvolvido em parceria com as disciplinas Língua Portuguesa e Artes e com suportes da Sala de Informática Educativa e da Oficina de Torno. Tem por objetivo geral "aperfeiçoar habilidades de leitura, interpretação e produção textual oral e escrita dos alunos de 1ª a 4ª totalidades, da Educação de Jovens e Adultos – EJA, do Liceu Escola de Artes e Ofícios Mestre Raimundo Cardoso".

Nos dias 05 e 06 de fevereiro, apesar da chuva, que motivou a ausência de muitos alunos, o projeto foi apresentado às turmas de 1ª, 2ª e 3ª Totalidades.

Na parceria com a Sala de Informática Educativa, coordenada pelo professor José Carlos Oliveira, estão previstas as integrações dos projetos Jornal Escolar e Rádio Escolar e a produção de vídeos.


Professora Glauce Antunes, da Sala de Leitura




Texto e imagens: Prof. José Carlos
Postado por Prof. José Carlos

PARCERIA ENTRE A SALA DE LEITURA E ACADÊMICOS DA UFPA 

No dia 04 de fevereiro (terça-feira), os acadêmicos de pós-graduação lato senso em Educação Profissionalizante Integrada à Educação básica, na modalidade EJA, do Instituto de Ciências da Arte (ICA) da Universidade Federal do Pará, Luís Fernando Vilas Novas e Thiago da S. Rodrigues, reuniram-se com a professora Glauce Antunes (Sala de Leitura do Liceu Escola) e os alunos das turmas da 4ª Totalidade (441 e 442), para apresentarem um projeto a ser desenvolvido em parceria ao longo dos próximos dois meses.

O projeto de intervenção prevê a realização de oficinas de expressão corporal, dança e canto, entre outras, que vão culminar com a apresentação de uma peça teatral no dia 14 de março - Dia Nacional da Poesia -, e estará inserida no projeto da Sala de Leitura, coordenado pela professora Glauce Antunes.


Professora Glauce com os acadêmicos do ICA Luís Fernando e Thiago









Texto e Imagens: Aline Ellen
Postado por Prof. José Carlos

ALFABETIZAÇÃO E INCLUSÃO DIGITAL

Ontem, 04 de fevereiro de 2014, apesar da chuva e da inundação do entorno do Liceu Escola, foram iniciadas as atividades da Educação de Jovens e Adultos na Sala de Informática Educativa.
A primeira turma atendida foi a da 1ª Totalidade (141), regida pela professora Marluce Amaral.
A turma é constituída por alunos que estiveram, em sua maioria, fora da Escola por muito tempo e que tiveram pouco ou nenhum contato com computadores. Assim, as primeiras atividades foram de apresentação das máquinas, manuseio do mouse e do teclado e ensaio das primeiras produções textuais.
Foi muito interessante observar o entusiamo dos alunos no contato com os computadores, corroborando o que diz Emilia Ferreiro (em trecho do vídeo do Programa de Formação de Professores Alfabetizadores (Profa), do MEC) sobre o uso do computador na alfabetização de adultos:

"Quando se oferece a um adulto que está num curso de alfabetização a possibilidade de utilizar outro tipo de instrumento técnico para produzir escrita, e estou pensando especialmente num teclado, teclado de máquina de escrever, teclado de um computador, que não precisa ser muito sofisticado, esse adulto pode tentar fazer coisas com mais entusiasmo que quando lhe propomos que escreva com um lápis ou uma caneta. Por quê? Porque de repente pode sentir que lhe estaremos permitindo imediatamente, sem intermediários, o acesso a uma tecnologia que tem prestígio. (FERREIRO, transcrição de vídeo).
Para ver o vídeo, clique no link








Professora Marluce Amaral, regente da turma


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=5nKv1mcRqQE
Texto: Prof. José Carlos
Postado por Prof. José Carlos

Nenhum comentário:

Postar um comentário