terça-feira, 31 de dezembro de 2013

COMO O ANO NOVO É COMEMORADO NO MUNDO

Em alguns países, a festa da virada acontece em outro dia que não o 31 de dezembro, em outros, dura mais de um dia.

Você sabia que festejar um “novo ano” é uma prática muito antiga? Os romanos foram os primeiros a marcar a data da comemoração no calendário. O Ano Novo era festejado de 25 de março até 1º de abril. Quem instituiu o dia 1º de janeiro como o primeiro dia do ano foi o papa Gregório XIII. "Alguns franceses resistiram à mudança e quiseram manter a tradição, mas eram ridicularizados pelos que aceitaram a nova data. Eles começaram a receber convites para festas que não existiam. Isso fez surgir o dia da mentira, uma falsa comemoração do Ano Novo”, conta Tiago Martins da Silva, professor de geografia. 
Mas nem todos os países festejam a virada no dia 31 de dezembro. A comunidade judaica segue um calendário lunar e festeja o novo ano, o Rosh Hashaná, durante dois dias do mês Tishrê, que ocorre entre setembro e outubro do nosso calendário. Nesta data, é comemorado o aniversário de criação do homem e da mulher. Durante esses dois dias, as famílias se reúnem nas sinagogas para rezar e, em seguida, vão para casa jantar. O momento mais importante durante as orações acontece quando o Shofar (chifre de carneiro) é tocado. Já os islâmicos celebram o ano novo em meados de maio, no aniversário da Hégira (em árabe, “emigração”). Lá o Ano Zero corresponde ao nosso ano de 622, quando o profeta Maomé deixou a cidade de Meca e se estabeleceu em Medina.

Veja como cada canto do planeta festeja o novo ciclo: 

Brasil: mantivemos costumes e hábitos dos povos que passaram por aqui. Dos italianos, herdamos a tradição de comer lentilhas; dos portugueses, o bacalhau; e dos africanos, vestir roupas brancas e jogar flores para Iemanjá.

China: a comemoração acontece no 23º dia do último mês lunar, quando os chineses oferecem comida ao Deus da Cozinha para pedir prosperidade familiar. Cada ano é dedicado a um animal do signo chinês. Eles também colam nas portas e janelas das casas papéis vermelhos com dizeres de bom agouro em dourado. À meia noite, comem um bolinho chamado guioza. Em seguida, vem a queima de fogos, que atrai sorte e afasta as coisas negativas. A festa só acaba ao amanhecer. Nesse período, alguns chineses visitam parentes e amigos, levando presentes e envelopes vermelhos com dinheiro para distribuir. Eles acreditam que, ao serem generosos com os outros, a sorte será generosa com eles. 

Japão: é a data mais importante no calendário. Eles costumam fazer uma cerimônia de limpeza na casa e pendurar uma corda de arroz na entrada para afastar os maus espíritos. Na véspera, as famílias se reúnem para comer sobá (macarrão de trigo sarraceno), pois acreditam que o alimento ajuda a atrair fortuna. Na noite de 31 de dezembro, os japoneses vão ao templo para a cerimônia das 108 badaladas. De acordo com a crença budista, o tocar do sino serve para afastar os pecados e purificar as pessoas. No dia 1º de janeiro, eles acordam cedo para fazer a primeira visita a um templo budista ou santuário shintoísta e rezar por saúde e felicidade no ano que se inicia. 

Índia: é costume atirar objetos que representam impurezas e doenças na fogueira e fazer queima de fogos nas ruas. 

Itália: o novo ano é recebido com fogos de artifício, para que todos fiquem acordados -  acredita-se que os que dormem na virada do ano dormirão todo o ano. Em várias partes do país, dois pratos são considerados essenciais: o pé de porco e a lentilha. 

França: foi este país que batizou a data com o nome de Réveillon, que é uma grande festa entre amigos, com boa comida e bebida. À meia-noite, é costume todos se beijarem e tomarem muita champanhe. 

Grécia: eles fazem um bolo com os mesmos ingredientes do panetone e colocam uma moeda de ouro dentro dele. Na virada do ano, o bolo é cortado entre todos os participantes da festa, e quem ganhar a moeda terá muita sorte durante o próximo ciclo. A tradição de comer romãs vem desse país. Lá, eles jogam a fruta no chão e aí dividem entre todos. 

Escócia: os festejos começam às 8 horas de 31 de dezembro e terminam às 6 horas do primeiro dia do novo ano. A data, mais comemorada que o Natal, é marcada por tradições como os desfiles de gaiteiros e dançarinos típicos na rua principal da capital Edimburgo, a Princes Street. À meia-noite, os canhões do Castelo de Edimburgo são disparados e há uma grande queima de fogos. Em seguida, um gaiteiro faz um solo no topo do castelo. Presentes simbólicos também são dados para desejar boa sorte, incluindo biscoitos. 

Espanha: a comemoração começa no dia 28 de dezembro e vai até o Dia de Reis (6 de janeiro), quando são feitas as cavalgadas e é preparada a rosca de reis. Dentro dessa rosca são colocados brinquedos para as crianças. Exatamente à meia-noite, as pessoas comem doze uvas, uma a cada badalada do relógio da Puerta del Sol, localizada em Madri. 

Estados Unidos: a festa mais famosa do país acontece em Nova Iorque, na Time Square, onde as pessoas se encontram para beber, dançar, correr e gritar. Durante a contagem regressiva, uma grande maçã vai descendo no meio da praça e explode à meia-noite, jogando balas e bombons para todos os lados.


Fonte: http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI196643-17729,00.html
Pesquisa: Equipe do jornal "Tucuxi"
Postado por Prof. José Carlos

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

MESTRE BEZERRA VISITA O LICEU ESCOLA

VISITA DO MESTRE BEZERRA - 05/12/2013


Mestre Bezerra
Pioneiro na organização desportiva da Capoeira no Pará, considerado Mestre da Capoeira Angola, Antonio Bezerra dos Santos ou Mestre Bezerra, como é mais conhecido nacional e internacionalmente, é fundador e árbitro da Federação Paraense de Capoeira, capoeirista em plena forma, fluente na língua francesa, realiza palestras e workshops sobre a Capoeira Angola. Também é artesão - produz instrumentos musicais típicos da capoeira (berimbau, caxixi e agogô) e bijouterias. Frequentemente, viaja para outros estados do Brasil e para o exterior para participar de eventos e divulgar a Capoeira.
No dia 15 de julho de 2008, em Salvador-BA, participou do ato de registro da Capoeira como patrimônio cultural brasileiro.
Mestre Bezerra, amigo pessoal e Mestre de Capoeira do Instrutor Palmiro Alvão, em sua visita ao Liceu Escola, realizou uma palestra e fez demonstrações aos alunos da Associação Rainha N'Zinga de Capoeira. 
















Em pé, o aluno de capoeira mais jovem do Liceu Escola
Mestre Bezerra, em visita à Sala de Informática Educativa, com os professores José Carlos e Palmiro Alvão
Mestre Bezerra, com o professor José Carlos e o aluno Anderson Moraes, em entrevista informal
Mestre Bezerra, com o Instrutor Palmiro Alvão




VÍDEO: Visita do Mestre Bezerra ao Liceu Escola
Postado por Prof. José Carlos

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

ENTREGA DE BICICLETAS NO GINÁSIO DE ESPORTE DO LICEU ESCOLA

Prefeitura presenteia alunos da Rede Municipal com bicicletas
Postado em 23 de dezembro de 2013 por COMUS – Coordenadoria de Comunicação Social

Papai Noel chegou mais cedo para os alunos da rede municipal de ensino na região das ilhas. Os olhos de Lucas Barata brilhavam quando ele recebeu uma bicicleta de presente na manhã desta segunda-feira, 23. No início do ano, Lucas, de 12 anos, teve sua bicicleta roubada e durante todo esse tempo, ficava com preguiça de percorrer as seis quadras que separam sua casa da Escola Municipal Madalena Raad, onde cursa o sexto ano. “ Agora sim, o Lucas vai deixar o vídeogame de lado para se dedicar mais ao colégio. Como a nossa casa é um pouco longe da escola, ele às vezes pedia para não ir”, revelou o pedreiro Paulo Sousa, pai de Lucas. Lucas foi uma das 480 crianças que receberam uma bicicleta e um capacete de presente no ginásio do Liceu Escola Mestre Raimundo Cardoso, em Icoaraci. A iniciativa da Prefeitura foi para favorecer a locomoção dos alunos até as escolas da região das Ilhas, que compreende Icoaraci, Mosqueiro e Outeiro. Como o principal meio de transporte dos moradores dessa região é a bicicleta, a Prefeitura resolveu facilitar o transporte das crianças até a escola e assim, estimular a frequência nas aulas. Foram presenteados os alunos do sexto ano das escolas Avertano Rocha, Madalena Raad e Liceu Escola Mestre Raimundo Cardoso. Até o início das aulas, que acontece no dia 28 de janeiro de 2014, a Prefeitura vai continuar a ação. Ao todo, serão cinco mil e quinhentas bicicletas a alunos do CIII (6º e 7º anos) e CIV (8º e 9º anos) da rede municipal de ensino, que moram nas ilhas. Isso demonstra que a PMB vem honrando o seu compromisso com a educação de qualidade em Belém. A cerimônia de entrega das primeiras bicicletas foi acompanhada por um grande público e teve momentos de emoção com a exibição do coral natalino dos alunos da Escola Liceu. Antes, a fanfarra dos estudantes da Escola Avertano Rocha, deu o toque lúdico do evento. As escolas beneficiadas foram representadas pelos três melhores alunos de cada uma delas. Amanda Nascimento, Ayan Reis e Manuelly Quaresma representaram o Liceu Raimundo Cardoso;Débora Brito,Ronaldo Rieffe e Kauã Martins representaram a Escola Avertano Rocha e Adriane da Silva, Adriele Souza e Diego da Costa estiveram à frente da Escola Municipal Madalena Raad. A Secretária Municipal de Ensino, Rose Salame, agradeceu o empenho da Prefeitura em proporcionar mais um estímulo para a garotada não faltar às aulas. “Quero parabenizar o prefeito Zenaldo Coutinho, que teve a ousadia de apostar nessa idéia. Esse é um momento muito importante. Estamos possibilitando a locomoção dos alunos de uma forma segura e tendo o consentimento e o incentivo de todos os pais. Esperamos com isso que a frequência nas aulas realmente aumente”, declarou. O prefeito Zenaldo Coutinho destacou a importância do uso dos capacetes e fez questão que cada um dos alunos testasse o tamanho adequado do equipamento de segurança. “Espero que a partir desse momento, tenhamos a garantia de uma locomoção segura e assim, nossos alunos frequentem as aulas com tranquilidade. Quero parabenizar os diretores, professores e alunos pelo ano repleto de conquistas. Investimos em obras, equipamentos e melhorias e tenho certeza que 2014 será um ano ainda melhor, com o esforço conjunto. Parabéns e um Feliz Natal a todos!” Nos aplausos ao Prefeito, um dos mais empolgados era Adriel Moreira. Estudante do Liceu Escola Mestre Raimundo Cardoso, o menino de 7 anos é autista e está sendo atendido pelo Centro de Referência em Inclusão Educacional (Crie). Além dele, a garotinha Angelina Braga, deficiente visual, também se aproximou do Prefeito para o abraçar.









Texto: Syanne Neno – Ascom Semec
Fotos: Comus PMB Edição: Lene Tavares – NID Comus
Postado por Prof. José Carlos

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

FELIZ NATAL!


HISTÓRIA DO NATAL

Origem do Natal e o significado da comemoração

O Natal é uma data em que comemoramos o nascimento de Jesus Cristo. Na antiguidade, o Natal era comemorado em várias datas diferentes, pois não se sabia com exatidão a data do nascimento de Jesus. Foi somente no século IV que o 25 de dezembro foi estabelecido como data oficial de comemoração. Na Roma Antiga, o 25 de dezembro era a data em que os romanos comemoravam o início do inverno. Portanto, acredita-se que haja uma relação deste fato com a oficialização da comemoração do Natal.

As antigas comemorações de Natal costumavam durar até 12 dias, pois este foi o tempo que levou para os três reis Magos chegarem até a cidade de Belém e entregarem os presentes (ouro, mirra e incenso) ao menino Jesus. Atualmente, as pessoas costumam montar as árvores e outras decorações natalinas no começo de dezembro e desmontá-las até 12 dias após o Natal.

Do ponto de vista cronológico, o Natal é uma data de grande importância para o Ocidente, pois marca o ano 1 da nossa História.

A Árvore de Natal e o Presépio

Em quase todos os países do mundo, as pessoas montam árvores de Natal para decorar casas e outros ambientes. Em conjunto com as decorações natalinas, as árvores proporcionam um clima especial neste período.

Acredita-se que esta tradição começou em 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero. Certa noite, enquanto caminhava pela floresta, Lutero ficou impressionado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve. As estrelas do céu ajudaram a compor a imagem que Lutero reproduziu com galhos de árvore em sua casa. Além das estrelas, algodão e outros enfeites, ele utilizou velas acesas para mostrar aos seus familiares a bela cena que havia presenciado na floresta.

Esta tradição foi trazida para o continente americano por alguns alemães, que vieram morar na América durante o período colonial. No Brasil, país de maioria cristã, as árvores de Natal estão presentes em diversos lugares, pois, além de decorar, simbolizam alegria, paz e esperança.

O presépio também representa uma importante decoração natalina. Ele mostra o cenário do nascimento de Jesus, ou seja, uma manjedoura, os animais, os reis Magos e os pais do menino. Esta tradição de montar presépios teve início com São Francisco de Assis, no século XIII. As músicas de Natal também fazem parte desta linda festa.

O Papai Noel: origem e tradição

Estudiosos afirmam que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas.

Foi transformado em santo (São Nicolau) pela Igreja Católica, após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele.

A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos, ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.

A roupa do Papai Noel 

Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom ou verde escura. Em 1886, o cartunista alemão Thomas Nast criou uma nova imagem para o bom velhinho. A roupa nas cores vermelha e branca, com cinto preto, criada por Nast foi apresentada na revista Harper’s Weeklys neste mesmo ano.

Em 1931, uma campanha publicitária da Coca-Cola mostrou o Papai Noel com o mesmo figurino criado por Nast, que também eram as cores do refrigerante. A campanha publicitária fez um grande sucesso, ajudando a espalhar a nova imagem do Papai Noel pelo mundo.

Curiosidade: o nome do Papai Noel em outros países
  • Alemanha: Weihnachtsmann ("Homem do Natal")
  • Argentina, Espanha, Colômbia, Paraguai e Uruguai: Papá Noel
  • Chile: Viejito Pascuero
  • Dinamarca: Julemanden
  • Estados Unidos: Santa Claus
  • França: Père Noël 
  • Holanda: Kerstman ("Homem do Natal)
  • Inglaterra: Father Christmas 
  • Itália: Babbo Natale 
  • México: Santa Claus 
  • Portugal: Pai Natal 
  • Rússia: Ded Moroz
  • Suécia: Jultomte
Fonte: http://www.suapesquisa.com/historiadonatal.htm
Pesquisa: Equipe do jornal Tucuxi
Postado por Prof. José Carlos

sábado, 21 de dezembro de 2013

Festa de Encerramento do Ano Letivo da EJA do Liceu Escola

Na última quinta-feira (19/12), a Educação de Jovens e Adultos do Liceu Escola realizou a sua festa de encerramento do ano letivo 2013. No evento, foram entregues, simbolicamente, os certificados dos alunos concluintes das turmas da 4ª Totalidade.
  • Fala do aluno Diego, concluinte da 4ª Totalidade

video

  • Vídeo: EJA Retrospectiva 2013

Clique para ver o vídeo

  • Fotos


































































Postado por Prof. José Carlos